Automotive Business
Siga-nos em:

Opinião | RH E VIDA CORPORATIVA

RH E VIDA CORPORATIVA | 22/06/2010

Viver para trabalhar ou trabalhar para viver?

O ano era 1968, e era a primeira vez que iria a uma festa de natal no trabalho de minha mãe. Faz 41 anos, mas lembro-me da emoção que sentia. Numa festa enorme nas dependências da Ford-Willys em São Bernardo do Campo, pisei numa fábrica pela primeira vez. Estava maravilhado! Decidi, aos meus 7 anos, que era isso que queria fazer.

Claro que mudei de ideia algumas vezes, sonhei em ser piloto de avião militar, médico, mas graças a essa visita e influências de pessoas queridas na minha vida, meu primeiro emprego foi na indústria automobilística, na Ford. Iniciei como peão na linha de produção, e o salário dava justo para a faculdade de engenharia e meus gastos de começo de vida. Naquela época, qualidade de vida era isso, ter um bom emprego. Era a certeza de um futuro melhor.

RH E VIDA CORPORATIVA | 27/05/2010

O dourado caminho do meio

Ele era jovem, com dois anos de sucesso no mercado. Brilhante, com formação de primeira, MBA, falava inglês e espanhol. Sempre a par dos últimos avanços tecnológicos, usava seu laptop e seu BlackBerry com maestria. Circulava nos melhores círculos e tinha um network poderoso. Vestia-se com esmero e caminhava altivo com certeza de um futuro profissional brilhante.

Como um dos grandes potenciais do grupo, seu líder o convidou para uma reunião com o fundador e presidente da empresa. Era um momento marcante para ele. Poderia finalmente conhecer a pessoa que iniciara esse negócio há 30 anos e que agora faturava centenas de milhões de reais.

RH E VIDA CORPORATIVA | 26/04/2010

Monareta Black Tiger

O ano era 1973, tinha 12 anos. Sonhava com minha primeira bicicleta.

Era algo distante para mim, vivíamos tempos financeiramente desafiadores na família. Mas minha mãe disse que seria possível. Se não tirasse nenhuma nota vermelha, no meu aniversário, a tão sonhada Monareta Black Tiger, preta, com pára-lamas prateados, seria minha.

Não conseguia deixar de pensar na bicicleta, via o anúncio nas revistas e imaginava o que seria tê-la. Nos passeios que fazíamos na Eletroradiobras, visitava a sessão de bicicletas e sentava-me numa para fantasiar como seria quando pudesse usá-la diariamente.

RH E VIDA CORPORATIVA | 22/03/2010

Tio Toninho, meu primeiro líder

AR 1150, nunca me esquecerei da placa desse carro. Um fuscão branco, 1973. As iniciais do proprietário, Antônio Ramos, o tio Toninho, a quem dedico esse texto. O número era o da casa dele numa rua conhecida em Santana, bairro da zona norte de São Paulo, onde morava.

O ano era 1967. Minha família mudava-se de Porto Alegre para São Paulo em busca de melhores oportunidades profissionais para meus pais. Minha mãe, segundo seus relatos, comprava todas as semanas o exemplar de domingo do Estado de S.Paulo na Praça da Alfândega em Porto Alegre, buscando por uma oportunidade de trabalho. Encontrou uma vaga de secretária na Willys Overland do Brasil, na área de engenharia. Meu pai encontrou uma posição de vendedor de medicamentos na Johnson & Johnson.

RH E VIDA CORPORATIVA | 03/03/2010

Demissão, o que fazer?

Por Ivan Witt

Muitos profissionais foram demitidos nesta última crise. Na lista de eventos estressantes, isso só perde para falecimento de ente querido e divórcio. Banalizar o fato é um erro bastante comum.

Num anseio de mostrar aos demais que não foi afetado pelo acontecido e que está “pronto para a próxima” o profissional se lança na busca de nova oportunidade. Mesmo sem querer, ele foi colocado num hiato reflexivo e deveria usar a oportunidade para repensar sua vida.

RH E VIDA CORPORATIVA | 11/02/2010

Executivo salva-vidas

O mundo corporativo privilegia a ação. Os profissionais são treinados para agirem rapidamente e dar cabo dos problemas que surgem a cada dia. Com o passar do tempo, alguns deles se destacam. Submetidos a grandes desafios, conseguem suportar a pressão, mantêm o cérebro focado e encontram a saída. Executivos são como salva-vidas, precisam estar em forma, treinar muito, e sempre alertas, agir com rapidez e precisão quando for necessário. Ganham bem para acertar muito e fazer um trabalho que a maioria considera extenuante.

japanese massage torrent

оборудование для майнинга

ввод в эксплуатацию цена