Automotive Business
Siga-nos em:

Notícias

Ver todas as notícias
Contran divulga novas resoluções específicas para caminhões

Transportes | 07/06/2018 | 14h27

Contran divulga novas resoluções específicas para caminhões

Medidas aprovam maior limite de comprimento para cegonhas e amplia vida útil dos tanques

REDAÇÃO AB

O Contran, Conselho Nacional de Trânsito, divulgou duas resoluções referentes a caminhões com implementos do tipo cegonha, que transportam veículos, e do tipo tanque, que transportam cargas líquidas e gasosas. A resolução nº 75, publicada no Diário Oficial da União de quarta-feira, 6, aumenta o limite do comprimento dos caminhões cegonha, de 22,40 metros para 23 metros. Já a resolução nº 734 publicada na mesma data amplia o prazo de vida útil dos modelos tanque, que é uma reivindicação antiga do setor.

Segundo o diretor do Denatran, Departamento Nacional de Trânsito, Mauricio Pereira, o comprimento que era até então o permitido não condizia mais com a necessidade e o número de automóveis a serem transportados. “Isso estava causando um grave problema para os cegonheiros, fábricas e para o próprio consumidor, porque acabava aumentando o custo final dos veículos, já que afetava o preço do frete. O objetivo, com esta medida, não é ampliar a quantidade de unidades por caminhão, mas sim garantir que o mesmo número de veículos seja transportado”, explica em nota. Ele acrescenta que a mudança não causará prejuízos às estradas. “Os estudos técnicos comprovaram que não haverá impactos nem para o asfalto, nem para as rodovias, nem na circulação de veículos.”

Já no caso dos caminhões tanques, a resolução beneficia os veículos licenciados de 1º de janeiro de 2000 até 31 de dezembro de 2007, cujos tanques fabricados nesse período apresentem excesso de até 5% nos limites de peso bruto total ou peso bruto total combinado.

No entanto, para ter a vida útil prorrogada, será necessário que os caminhões atendam a uma série de critérios para garantir a segurança no transporte: a apresentação do certificado de verificação metrológica, conforme regulamento do Inmetro, para atestar a capacidade volumétrica do tanque, o atendimento a resolução (211/06) que estabelece que em casos de circulação de combinações de veículos de carga (CVC), o peso bruto total superior a 57 toneladas, o motorista deve portar Autorização Especial de Trânsito (AET), e no caso de combinação de veículo de carga, o que prevalece é a data de licenciamento das unidades rebocadas, podendo o caminhão trator ter data de licenciamento posterior.



Tags: Contran, caminhões, cegonha, tanque, resolução.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

AB Inteligência