Automotive Business
Siga-nos em:

Notícias

Ver todas as notícias
Bancos liberam R$ 28,6 bilhões no 1º trimestre para financiar veículos

Crédito | 14/05/2018 | 18h06

Bancos liberam R$ 28,6 bilhões no 1º trimestre para financiar veículos

É o maior volume para o período nos últimos cinco anos

REDAÇÃO AB

O total de crédito liberado pelos bancos para o financiamento de veículos atingiu R$ 28,6 bilhões no primeiro trimestre, o maior valor dos últimos cinco anos. Os dados mais recentes do Banco Central citados no Boletim Mensal da Anef, associação dos bancos de montadoras, apontam que este total representou aumento de 27,6% na comparação com os recursos liberados em igual período de 2017, quando registrou R$ 22,4 bilhões. Este aumento pela procura e oferta de crédito reflete claramente a retomada das vendas de veículos no mesmo período.

Do total liberado no primeiro trimestre, R$ 28,1 bilhões foram destinados ao CDC, crédito direto ao consumidor, enquanto R$ 461 milhões sustentaram os negócios via leasing, crescimento de 27,7% e 24,5%, respectivamente, na comparação anual.

Em março, o saldo das carteiras somou R$ 176,4 bilhões, avanço de 9,1% no comparativo anual. Desse total, os financiamentos responderam por R$ 172,8 bilhões, alta de 9,6% no ano; os demais R$ 3,6 bilhões representaram as operações de leasing no mês.

Outro índice positivo é a inadimplência, que fechou março em 3,6%, queda de 0,9 p.p. sobre os 4,5% apurados em mesmo mês do ano passado, considerado pessoa física. Na carteira de leasing, a taxa foi de 2,2%, redução de 1,5 p.p. A taxa de inadimplência para PJ foi de 2,5% para financiamentos e 1,6% para leasing, queda de 2 p.p. em ambas.



Tags: Crédito, financiamento, Anef, CDC, inadimplência.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

AB Inteligência