Automotive Business
Siga-nos em:

Notícias

Ver todas as notícias
Venda de usados registra alta de 5% até abril

Mercado | 08/05/2018 | 20h23

Venda de usados registra alta de 5% até abril

Transferências somaram 3,47 milhões de veículos no quadrimestre

PEDRO KUTNEY, AB

Com 3,47 milhões de veículos negociados de janeiro a abril deste ano, o mercado de usados também está em alta, registrando crescimento de cerca de 5% na comparação com o mesmo período de 2017. As negociações de automóveis de passageiros e caminhões de segunda-mão puxaram os números para cima.



- dos dados de vendas de usados da Fenabrave
- Veja outras estatísticas em



Segundo dados do Renavam divulgados esta semana pela Fenabrave, o volume de veículos leves (de passeio e utilitários) usados negociados entre janeiro e abril atingiu 3,35 milhões de unidades, em alta de 5%, o que equivale a 4,2 usados para cada 1 zero-quilômetro vendido no primeiro quadrimestre. O índice continua alto, visto que já esteve na casa dos 3 para 1 quando o mercado de novo era superior a 3 milhões/ano.

Com frota circulante maior, as quatro marcas mais tradicionais lideram o mercado de veículos leves usados no Brasil: Volkswagen (21,2%), Fiat (20,4%), GM (20,3%) e Ford (10,2%).

PESADOS



Os caminhões registraram o maior crescimento do mercado de usados no quadrimestre, com 107,3 mil unidades negociadas e alta de 5,4% no período, com 4,8 transferências para cada zero-quilômetro emplacado. A recuperação das vendas de caminhões novos, que registraram avanço 57,6% com emplacamento de 20,7 mil unidades nos primeiros quatro meses do ano, também acelera a roda do segmento de usados com renovação das frotas de transportadores.

O desempenho negativo vem dos ônibus, que não acompanham a alta das vendas de chassis novos (+43%). Foram negociados 15,4 mil usados em quatro meses, em queda de 5,1% sobre o mesmo período do ano passado. O índice é de 3,6 usados para um novo.

Mercedes-Benz e Volkswagen replicam no mercado de veículos usados pesados a mesma briga nos emplacamentos de novos, dividindo liderança e vice, mas com vantagem pouco maior da primeira, em função do maior tempo (62 anos) de estrada no País. Nas vendas de caminhões de segunda-mão, 37,4% são Mercedes e 21,7% são VW. Já entre os ônibus, as participações são de 56% e 18,4%, respectivamente.

MOTOS



O mercado de motos usadas também registra crescimento este ano, de 3,7% no quadrimestre, quando foram negociadas 917,5 mil unidades, ou três a cada zero-quilômetro emplacada no período.

A Honda replica integralmente no mercado de motos usadas sua dominância nas vendas de novas. Do total de unidades transferidas no quadrimestre, 78,7% são motos Honda e 12,6% Yamaha.



Tags: Mercado, usados, Fenabrave, vendas, transferências, Renavam.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

AB Inteligência