Automotive Business
Siga-nos em:

Notícias

Ver todas as notícias
Nissan Kicks feito no Brasil começa a abastecer a Argentina

Indústria | 22/02/2018 | 14h27

Nissan Kicks feito no Brasil começa a abastecer a Argentina

Primeiro lote com 900 unidades chega ao país vizinho; antes, modelo era importado do México

REDAÇÃO AB

A partir deste mês, a fábrica da Nissan em Resende (RJ) abastecerá a Argentina com o Kicks, que antes era importado do México pelo país vizinho desde junho do ano passado. O primeiro lote com 900 unidades produzidas no Brasil já está disponível na rede de concessionárias da marca com quatro versões: Exclusive CVT, Advance CVT, Advance MT e o Kicks Special Edition, este último apresentado recentemente. A montadora projeta que 4 mil unidades do crossover cheguem ao mercado argentino pelos próximos seis meses.

Com isto, a Argentina se torna o primeiro país a importar o Nissan Kicks a partir do Brasil. O país vizinho também se abastece dos outros dois veículos que o Complexo Industrial de Resende produz, que são os compactos March e Versa, além dos motores 1.0 e 1.6.

A fábrica, inaugurada em abril de 2014, tem capacidade para produzir 200 mil carros por ano e atualmente exporta para sete países da América Latina, além da Argentina: Bolívia, Chile, Costa Rica, Panamá, Paraguai, Peru e Uruguai. Em novembro passado alcançou o marco de 200 mil unidades embarcadas .

O Kicks é o primeiro modelo da Nissan desenhado para os mercados da América Latina. É um carro global, mas foi lançado mundialmente no Brasil, em meados de 2016, seguindo logo depois para outros mercados da América Latina. Também já está em mercados mundiais como China e Emirados Árabes e ainda neste ano começa a ser vendido nos Estados Unidos. Pelo seu plano global, a Nissan tem previsão de lançamento do modelo em mais de 80 países.



Tags: Nissan, Kicks, Resende, Argentina.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

AB Inteligência