Automotive Business
Siga-nos em:

Notícias

Ver todas as notícias
Vendas de usados também crescem em 2017

Mercado | 08/01/2018 | 18h00

Vendas de usados também crescem em 2017

Foram negociados 10,7 milhões de veículos leves e 393 mil pesados

REDAÇÃO AB

Esfriou um pouco o ritmo de crescimento do mercado de veículos usados em 2017 no fim do ano passado, desta vez o desempenho anual ficou abaixo dos emplacamentos de novos (+9,2%, leia aqui), mas as trocas foram bem mais aquecidas em comparação com 2016, que encerrou praticamente com os mesmos volumes de 2015. Segundo números divulgados pela Fenabrave, a associação dos concessionários, no ano passado foram negociados 10,7 milhões de automóveis e comerciais leves de segunda-mão, o que representa alta de 7,2% sobre 2016 e cinco unidades usadas negociadas a cada novo emplacado – índice que ainda permanece alto, pois já foi menos de três para um até 2012.

O desempenho dos caminhões usados também foi melhor do que em 2015, porém mais tímido, com 344,5 mil negociações, em leve avanço de 3,7% sobre 2016 e índice de 4,8 usados vendidos a cada zero-quilômetro que entrou no mercado – ainda assim um ponto melhor do que a expansão de 2,7% do mercado de novos. O movimento baixo comprova a recuperação mais lenta do setor de transporte de carga.

O mercado de ônibus usados foi mais movimentado, com expressivo crescimento de 20% (contra 5% dos novos) e negociação de 48,3 mil unidades, ou 2,6 para cada zero-quilômetro emplacado.

- Veja os dados da Fenabrave do fechamento de vendas de usados em 2017 aqui
- Veja aqui outros dados da Fenabrave
- Veja outras estatísticas em AB Inteligência

“O ano de 2017 foi marcado pela baixa oferta de veículos (leves) seminovos e pelo grande número de operações de troca com troco. Para 2018, a expectativa é de continuidade do crescimento deste mercado, que vem se mostrando maduro nos últimos anos”, avaliou em comunicado Alarico Assumpção Júnior, presidente da Fenabrave. Do total de automóveis e comerciais leves negociados, os seminovos de 1 a 3 anos de fabricação representaram 17,79% do total do volume de dezembro e 15,12% do acumulado do ano.

“O ano passado mostrou uma retomada progressiva das vendas de usados, o que pode traduzir uma normalização do mercado este ano. Esperamos que a economia do País possa se fortalecer e retomar sua dinâmica para que esse resultado positivo venha a se manter em 2018”, avaliou Ilídio dos Santos, presidente da Fenauto, que reúne os revendedores independentes.

MARCAS

Pela ordem, Volkswagen (21,9% das transferências), Fiat (20,9%), Chevrolet (20,4%), Ford (10,2%) e Renault (4,5%) foram as cinco marcas de automóveis e comerciais leves usados mais negociadas em 2017. Entre os caminhões de segunda-mão os mais vendidos foram os Mercedes-Benz (38,3%), Volkswagen (21,6%), Ford (17%), Scania (8,5%) e Volvo (7,2%).

MOTOS

O mercado de motos usadas também fechou 2017 em alta, com leve crescimento dos negócios de 3,4% em relação a 2016, com o total de 2,9 milhões de unidades que trocaram de dono, índice de 3,4 usadas vendidas a cada nova emplacada.



Tags: Usados, Fenabrave, mercado, caminhões, balanço 2017, resultados.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

AB Inteligência