Automotive Business
Siga-nos em:

Notícias

Ver todas as notícias
Mercedes cria pacote robustez para linha Atego
Via Lácteos comprou os primeiros 20 semipesados Atego equipados com pacote robustez para transporte de leite

Comerciais | 25/05/2017 | 18h55

Mercedes cria pacote robustez para linha Atego

Caminhões semipesados ganham mais flexibilidade de uso misto

PEDRO KUTNEY, AB

Baseada na experiência com um cliente, a Via Lácteos, especializada na coleta de leite em fazendas e seu transporte até processadores, a Mercedes-Benz criou o pacote robustez para a linha de caminhões Atego com cabine standard ou estendida. Os modelos semipesados da marca agora podem sair de fábrica equipados para aplicações de uso misto, com pneus e para-choques para esse fim que tornam mais alto ângulo de entrada do veículo, garantindo maior eficiência para rodar tanto no asfalto como em estradas de terra.

Este era exatamente o caso da Via Lácteos, que coleta leite com sua frota de 500 caminhões-tanque em áreas rurais e depois entrega o produto passando por estradas asfaltadas e cidades. O transportador foi o primeiro a comprar 20 veículos chassi-cabine com o pacote robustez. Foram 10 Atego 1719 4x2 e outros 10 da versão 2426 6x2. “Para este cliente um caminhão fora-de-estrada como o Atego 2730 6x4 seria exagerado, muito grande. Ele precisava de um veículo menor com características próprias para rodar em pisos irregulares. Com o pacote robustez voltamos a vender para a Via Lácteos e deveremos conquistar outros transportadores”, explica Marcos Andrade, gerente de produto caminhões da Mercedes-Benz.

As modificações foram desenvolvidas pela área de customizações da montadora, o Custom Tailored Trucks (CTT), que incorporou aos Atego um para-choque dianteiro mais robusto, em plástico de alta resistência e com altura maior do solo e tripartido (em caso de quebra, apenas uma das três partes pode ser trocada). Isso, somado à substituição dos pneus 275 por 295 de uso misto terra-asfalto, aumentou levemente a altura do veículo e fez o ângulo de entrada subir de 20 para 25 graus, garantindo assim maior flexibilidade para enfrentar buracos e o início de ladeiras íngremes sem raspar o veículo. Também pensando no o uso rural, para acesso à cabine foi instalado um primeiro degrau metálico, os faróis receberam uma grade protetora de metal e a luz de seta foi transferida para a lateral posterior da cabine, o que evita danos. A placa foi deslocada para a lateral do para-choque, para deixar livre o acesso ao pino de reboque, no caso de precisar de ajuda para sair de algum atoleiro.


Terra e asfalto: a operação dupla da Via Lácteos com os Mercedes Atego equipados com o pacote robustez

“Percebemos que essas modificações atendiam as necessidades de muitos clientes, por isso tornamos o pacote robustez disponível para toda a linha Atego e vamos apresentar essas novas versões na Fenatran (em outubro deste ano)”, diz Andrade, que aposta no sucesso da solução para atrair mais clientes que operam no setor agropecuário. “O agronegócio brasileiro não é formado só por grandes corporações e caminhões extrapesados. O Brasil rural é bem mais amplo, também consome muitos semipesados. Cerca de 90% das entregas nos Ceagesp, por exemplo, são feitos por esses modelos”, destaca.

MAIS APLICAÇÕES

Para além do agronegócio, a Mercedes já traçou estratégia para oferecer o pacote robustez para outros tipos de operações. “Enxergamos que existem oportunidades não só para aplicações rurais, mas também para urbanas, como carga geral, entrega de bebidas e coleta de lixo, pois em muitas cidades também existem subida íngremes, valetas, buracos e lombadas”, lembra Andrade.

Nesse sentido, o pacote robustez também poderá ser aplicado aos novos caminhões Atego vocacionais para coleta de lixo. Além do 1729 KO 6x2 com motor seis-cilindros de 286 cv preparado para receber compactador de até 19 m3, que já era vendido, a Mercedes acrescentou mais duas opções menores à linha: o 1719 KO com motorização quatro-cilindros de 185 cv e o 1726 KO seis-cilindros de 256 cv, ambos 4x2, compatíveis com compactadores de 15 m3.



Tags: Mercedes-Benz, Atego, caminhão semipesado, pacote robustez, versão, lançamento.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

AB Inteligência