Automotive Business
Siga-nos em:

Notícias

Ver todas as notícias

Powertrain | 13/07/2016 | 18h49

FPT Industrial alcança 30 mil motores GNV vendidos no mundo

Amplamente utilizada em vários países, tecnologia está sendo testada no Brasil

REDAÇÃO AB

A FPT Industrial alcança a marca de 30 mil motores movidos a gás natural veicular – GNV – vendidos em todo o mundo desde que iniciou a produção, em 2002. A tecnologia equipa desde veículos comerciais leves, caminhões médios e até pesados, incluindo ônibus urbanos. Em seu portfólio, estão os motores F1C, N60 e Cursor 8, com potências de 134 cv 326 cv.

É amplamente utilizado em diversos países pelo mundo, como Espanha, Itália, China e Israel, com destaque para França, Holanda e Alemanha, os que mais utilizam esse tipo de tecnologia. Na América Latina o destaque vai para a Colômbia, Venezuela e Peru, sendo para este último os motores equipam ônibus urbanos (leia aqui).

“Estamos tendo retornos muito positivos sobre nossas tecnologias GNV. Os clientes estão bastante satisfeitos com o baixo consumo, com a redução dos custos de manutenção e, principalmente, com o desempenho dos motores. Nosso foco é desenvolver tecnologias mais amigáveis ao meio ambiente”, diz Marco Rangel, presidente da FPT Industrial na América Latina.

No Brasil, a tecnologia é recente, ainda passa por testes. Em parceria com a Iveco, a FPT Industrial desenvolveu três modelos movidos a GNV: em Porto Alegre (RS), roda em testes o Tector 170E20G coletor de lixo equipado com o motor N60 GNV. Em São Paulo, outro Tector 170E20G AT também coletor de lixo também está em fase de avaliação. Já na linha comerciais leves, dois Daily - um 35S14G na versão furgão e um chassi cabine - ambos equipados com motores F1C, para aplicação urbana, estão sendo testados em Minas Gerais e em São Paulo, respectivamente.

Segundo a empresa, as emissões dos motores GVN atendem ao limite atual para pesados no Brasil conforme a legislação Proconve P7 e atendem ainda ao padrão EEV (Enhanced Environmentally-friendly Vehicles), um limite de emissões europeu voluntário, entre Euro V e Euro VI, o qual demonstra que os motores são menos poluentes que os motores P7 produzidos e vendidos atualmente.

“A FPT Industrial está preparada para atender às crescentes demandas e, mais do que isso, aprimora constantemente suas tecnologias para abranger maior variedade de aplicações e atender às solicitações dos clientes por menor custo total de propriedade (TCO) e emissões de CO2”, comenta Alexandre Xavier, diretor de engenharia da FPT Industrial na América Latina.



Tags: FPT Industrial, motores, GNV, veículos comerciais.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

AB Inteligência
dxtranss.com.ua

Узнайте про нужный web-сайт на тематику купить диплом с реестром all-diplomas.com/
посмотреть 3kovra.com.ua