Automotive Business
Siga-nos em:

Notícias

Ver todas as notícias
Continental produz perto do limite em Camaçari
Continental inaugurou sua fábrica brasileira de pneus em abril de 2006

Autopeças | 20/11/2014 | 20h20

Continental produz perto do limite em Camaçari

Expansão da capacidade, porém, sai dos planos de curto prazo

MÁRIO CURCIO, AB | De Itatiba (SP)

A fábrica de pneus Continental, em Camaçari (BA), vem produzindo perto do limite de sua capacidade anual de 7 milhões de unidades para carros de passeio e picapes e outros 500 mil para caminhões. Em 2014, o fornecimento para montadoras de automóveis cresceu 4% na comparação com igual período de 2013.

Para o segmento de reposição tanto de veículos leves como pesados obteve alta de 5%. A empresa busca equilíbrio no fornecimento a fabricantes de veículos, aftermarket e exportações (para México, Estados Unidos e Canadá).

Nas vendas para a indústria de caminhões, contudo, a Continental teve queda de 12%. Ao que parece, os negócios no País fizeram a companhia rever o anúncio de ampliação da capacidade produtiva previsto para o início de 2015 (veja aqui).

“Do jeito que está o mercado, não existe previsão de investimento em curto prazo”, disse o diretor superintendente da empresa, Renato Sarzano. Atualmente, a fábrica brasileira produz seis linhas de pneus para caminhões e catorze para automóveis e comerciais leves, somados os modelos Continental e de outras marcas pertencentes à empresa e também fabricados na Bahia: General Tire, Semperit, Viking, Euzkadi e Barum.

“Cada um tem seu canal específico de distribuição”, explica o diretor da empresa. São cerca de 600 os pontos de venda Continental no Brasil entre lojas com sua bandeira, concessionárias e outros estabelecimentos. “A rede está em expansão e cumpre a meta de 20 novos pontos a cada ano”, recorda Sarzano.

De acordo com o executivo, a companhia fabrica no Brasil 93% dos pneus que vende no mercado local: “Importamos os pneus para moto e outros cujo volume não justifica a produção local, como os do Porsche Panamera”, exemplifica.

Na quarta-feira, 19, a empresa lançou cinco novas medidas do modelo Conti Cross Contact AT desenvolvidas para os modelos aventureiros nacionais. Existe a intenção de fornecê-las às montadoras a partir de 2015 (veja aqui).

Antes disso elas estarão disponíveis para os consumidores. “O importante é estar preparado para um segmento que ocupa cerca de 10% de todo o mercado de reposição. É uma boa fatia”, diz Sarzano referindo-se aos pneus para uso misto que podem equipar modelos das linhas Fiat Adventure e Trekking, VW Saveiro Cross e Cross Fox, por exemplo, e utilitários esportivos como Ford EcoSport e Renault Duster.



Tags: Continental, Renato Sarzano, Conti Cross Contact, General Tire, Barum, Euzkadi, Semperit, Viking, Fiat, Adventure, Trekking, Cross Fox, Saveiro Cross, Ford, EcoSport, Renault, Duster.

Comentários

  • karlson rocha silveira

    Seria muito bom se a Continental se instalasse em Sete Lagoas (MG) no "condomínio de Auto-Peças da Iveco/ FIAT ". Lá, são construídos caminhões, vans, ônibus e veículos militares . Uma ótima oportunidade, além de Sete Lagoas ser a oitava economia do estado de minas.

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

AB Inteligência
Предлагаем вам со скидкой huawei p10 купить по вашему желанию, недорого.
cialis-viagra.com.ua

http://kinder-style.com.ua/