Automotive Business
Siga-nos em:

Notícias

Ver todas as notícias

Eventos | 05/08/2013 | 12h24

Brasil vive advento de ciclo de ajuste da economia

Nova taxa de câmbio, desaceleração do consumo e crescimento do PIB industrial já são alguns sinais

FERNANDO NEVES, PARA AB

O Brasil deverá passar por um ciclo de ajuste da economia no qual o crescimento do PIB industrial, desaceleração do consumo e leve aumento na taxa de desemprego serão alguns dos personagens cuja base será a depreciação cambial. A análise é de Affonso Celso Pastore, diretor da Pastore e Associados, apresentada durante o painel "Os desafios da produtividade, da competitividade e das relações trabalhistas", realizado no Workshop Indústria Automobilística Planejamento 2014, de Automotive Business, em São Paulo. “A depreciação cambial não é transitória. Será uma nova taxa de câmbio”, sentencia Pastore.

O ex-presidente do Banco Central acredita que a desvalorização resultará em melhora na competitividade da indústria brasileira por força das diferenças de valor das moedas e seus efeitos nos custos industriais. Porém, o efeito positivo da depreciação cambial não deve ser repassado para recomposição salarial. Assim haverá melhora nos ganhos do setor e no PIB industrial, com encolhimento de ganho dos salários.

As folhas de pagamento das fábricas sofrem influência dos salários do setor de serviços. A massa empregada em cada setor é de 65 milhões (serviços) e 25 milhões (indústria), de acordo com dados de 2009. Porém, o consumo, inerente a todos os setores, já dá sinais de desaceleração. Pastore aponta o endividamento das famílias como causa desse desaquecimento das vendas. A presença dos bancos oficiais no mercado de oferta de crédito, com 50% do total em circulação, é outro sinal forte. Apesar disso, a previsão é de que a taxa de desemprego deverá apresentar um leve crescimento.

Assim, com a soma desses fatores – depreciação cambial, aumento do PIB industrial, queda no consumo, encolhimento de ganhos salariais e leve desemprego – o analista conclui que o Brasil entrará em um ciclo de ajuste da economia.

Para este ano, o PIB brasileiro deverá ficar na faixa de 1,9% com inflação ao redor de 6%. O cenário da inflação atual é superior a esse percentual. O ex-presidente do Banco Central explica que o IPCA aponta que a inflação anualizada está em 6,5%. Todavia, quando são retirados da conta os itens cujos preços são gerenciados pelo governo (gasolina, energia, passagens de ônibus entre outros), o porcentual sobe para 8%.



Tags: Economia, PIB, indústria, consumo, câmbio, depreciação, Workshop Indústria Automobilística Planejamento 2014, Affonso Celso Pastore, Pastore e Associados.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

AB Inteligência
alex-car.com.ua

Этот авторитетный интернет-сайт со статьями про https://www.imagmagnetsns.ua.
Модули памяти ddr4 купить Киев